Jóia de Valor

Quem pensa que usar jóias herdadas da família é demodê, já pode mudar de opinião. A tradição de usar jóias antigas que foram passadas de mãe para filha, por gerações, além de ter todo um valor histórico e pessoal, dá um charme especial além de elegante traz consigo requinte.
Antigamente, usar jóias era um prenúncio de boa sorte, prosperidade e charme. Em alguns povoados, acreditava-se até que elas afastavam todo o mal. Nos dias atuais, as coisas mudaram completamente e elas devem ser usadas no momento certo, para dar um toque de classe e elegância. O uso de uma jóia pode transformar o visual de qualquer mulher, além de auxiliar e favorecer sua aparência no dia a dia profissional.
Por algum tempo as jóias foram esquecidas e não mais usadas por algumas, isso se deu com a valorização das bijoux e seu fácil acesso e preço bem abaixo do comparado com jóias, tornaram-se mais práticas e mais usadas. Mesmo com esse crescimento das bijoux precisamos lembrar que uma jóia seja ela de família ou atual tem seu espaço e é para sempre!
O uso de uma jóia deve ser harmonioso com o tipo de roupa escolhida e o biótipo da mulher. Para uma mulher pequena, por exemplo, não é indicado o uso de colares grande. Quando utilizado um decote em V com gola podemos abusar de pingentes que chamem mais a atenção.

Dúvidas Frequentes:

•As joias precisam combinar com a cor da roupa? Como acertar nessa combinação?
Não é necessário que a cor da jóia seja a mesma da roupa ou dos outros acessórios, mas é importante que haja uma harmonia entre todos. Uma jóia de cores fortes e marcantes, como as que têm esmeraldas ou rubis, funcionam muito bem com roupas de cores neutras, como preto, branco ou nudes. Já quando a roupa tem cores vibrantes, recomenda-se o uso de tons mais sutis, com pedras translúcidas e, em especial, os diamantes. Não há restrição quanto às tonalidades do ouro.

•Os conjuntinhos estão em alta para as roupas. No caso das jóias, a combinação também é uma boa opção?
Os conjuntos são uma boa possibilidade e simplifica as escolhas. No entanto, não é obrigatório que a mulher use um conjunto. É bastante usual misturar peças de coleções variadas que se complementem, seja pela pedra, pelo design ou pelo tom do ouro.

Hoje, o termo jóia vai muito além do ouro e dos diamantes e o design contribuiu muito para isso. Embora a joalheria de luxo ainda se mantenha firme no mercado, vemos nascer peças de alto valor agregado feito dos materiais mais simples com intuito de baixar o valor e ser mais acessível.

Observamos que o ouro e os diamantes agora fazem parte de alguns objetos do dia-a-dia. A tendência do luxo, que está tão presente na moda, e o estilo bling-bling dos rappers americanos, fizeram aparecer no mercado celulares cobertos de ouro e até dentaduras de brilhantes. Para muitos isso é ostentação demais para um mundo como o de hoje em que a miséria é predominante. A idéia é não ostentar, não banalizar e sim manter valores de família e modos tradicionais valorizando as jóias.

Abaixo, algumas dessas jóias:

20121018-121551.jpg

20121018-121605.jpg

20121018-121614.jpg

20121018-121621.jpg

20121018-121630.jpg

20121018-121639.jpg

20121018-121647.jpg

20121018-121655.jpg

20121018-121704.jpg

20121018-121712.jpg

20121018-121722.jpg

20121018-121729.jpg

20121018-121736.jpg

20121018-121744.jpg

20121018-121758.jpg

20121018-121807.jpg

20121018-121817.jpg

Tradição, valores e bom gosto não se encontra à venda no mercado, então vamos valorizar a que temos!

Até a próxima.

_Priscila Ribeiro_

Anúncios

Obrigada pelo seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s